Cenas literárias. Textos cenográficos. Relações improváveis entre futebol e culturas inúteis. Ou mera imaginação.

domingo, 27 de junho de 2010

Arsenal completo


Eles estão melhores a cada jogo. Peligro!

A fartura na safra argentina permite a versatilidade individual. No dia em que um craque não está bem, um outro resolve.

Contra a Argentina, o perigo vem de todos os lados. Nas invasões de Messi e nos petardos de Verón, no faro de gol de Tevez e no oportunismo de Higuain, na velocidade da bola e na sorte da zaga.

A Argentina ganha no volume de jogo. Posse de bola, pressão na marcação, força física e talentos complementares.
São muitos recursos.

A Alemanha vem aí. Pode ser uma final antecipada.

...

Em tempo: O México foi brilhante, Se não fosse a “mala suerte” nos sorteios e cruzamentos, poderia ir mais longe.

Um comentário:

  1. Não tô gostando dessa rasgação de seda pra Argentina!rs

    ResponderExcluir